Um destaque opinativo da atualidade, pensamentos de chuveiro e não só.

20
Fev 15

Olá a todos.

Gostariam de saber quantos mais anos vão viver?

De acordo um estudo levado a cabo na universidade de Edimburgo, na Escócia, o nosso tempo de vida está guardado no nosso ADN, existe uma relação entre o a idade do relogio biológico e a nossa idade real, se o nosso relógio biologico estiver mais avançado do que a nossa idade real então estamos mais perto da morte, isto tudo foi conseguido através da analise do sangue de cerca de 5000 individuos e foram analizadas de acordo com a metaliação do ADN uma mutação quimica que ocorre e liga ou desliga genes conforme o nosso estilo de vida.

Ora, saber quando vamos morrer implica mudanças psicológicas enormes, e discussão a diversos niveis, desde o teológico (o mais obvio) ao social. Será que é melhor termos a precepção de quando vamos morrer?! A influência que isso traria à maneira como encaramos a vida e as escolhas que fazemos na mesma é tremendo, para os religiosos o destino deixaria de fazer sentido, por exemplo. Pessoalmente prefiro não saber, isso tornaria a vida banal, na minha opinião, passivel de rotulização e de monotonia geral.

Por outro lado se soubermos como manipular esse relogio biológico estamos perante a fonte da juventude, que tantas histórias alimentou, existindo mesmo registos de alquimistas que tentaram durante todas as suas vidas encontrá la sem sucesso. Bom no fundo isto é um optimo avanço para a medicina para o tratamento e prevenção de doenças, para que possamos viver mais anos com mais qualidade de vida e não existe ninguem que não queira isso neste planeta, já saber quando vamos morrer não sei se toda a gente está interessada nessa possibilidade, eu plo menos não, afinal qual é a graça de nascer e saber que iremos viver determinado tempo?!   

Por Diligente às 22:14

14
Fev 15

Olá a todos.

Hoje é dia dos namorados, não é nada deprimente para mim pensar que estou solteiro neste dia, aliás não percebo muito bem porque será deprimente para alguém esse facto, sim hoje é o dia do romantismo, aquele dia em que toda a gente se derriça com a/o amada/o, se fosse mulher talvez fosse mais dificil mas penso que para a maioria das mulheres solteiras hoje basta um boa tablete de chocolate para passar este dia mais feliz, além disso programas romanticos só mesmo indoor nada como um jantarinho num hotel ou até mesmo em casa regado com um bom vinho para abrir o apetite. Deixo um video com uma palestra sobre o amor estudado cientificamente.

Feliz dia De S Valentim a todos os pombinhos.

 

 

 

Por Diligente às 19:47

08
Fev 15

Olá a todos.

O tema é polémico e muita tinta vai fazer correr porque é precisamente por, e, para isso que Paula Teixeira da Cruz puxou este tema à discussão, pronto já quase, se não mesmo todos sabem o que quero destacar hoje, a entrevista dada pela Srª Ministra na TSF. Obviamente não podia deixar este tema passar incolme no sinopse, tinha que deixar a minha concepção acerca deste assunto.

 

Bom isto pode ser analisado de várias formas mas a minha visão das coisas é muito simples, em primeiro lugar a Ministra concebeu mal a ideia de alguém comprar estupfacientes nas farmácias, isto porque pode ser discriminatório para quem adquire este produto, embora entenda esta discussão ser prematura e veja estas declaraçoes, como uma forma de iniciar a discussão social sobre o assunto, como aliás já referi, também entendo e bem o o porque da ministra dizer para que seja adquirida numa farmácia uma vez que o consumidor é considerado doente na nossa legislação, é de lembrar que esta medida foi pioneira no mundo, se não estou em erro. Em segundo lugar para além de trazer o assunto à discussão publica, uma medida assim pode de facto tirar alguns votos à esquerda uma vez que e, se não me engano mais uma vez, principalmente ao BE porque creio ser ou ter existido propostas neste sentido do referido partido, não sei se existem preocupações nesse sentido mas que é também uma hipotese a referir é. O PCP até já reagiu a estas declarações apelidando as mesmas de precipitadas, não concordo esta discussão tem que existir, se o momento é importuno para alguns, que seja ainda assim é um começo. Se os partidos do poder querem desviar a atenção de outros assuntos mais importantes para perder ou ganhar votos nas eleições de outono não sei, e até tendo em conta alguma da colagem do PS a medidas do siryza, é natural que a direita actue de forma mais "defensiva" digamos assim. Ora dito isto, a minha opinião pessoal sobre este assunto ainda não está totalmente formada mas concordo quando a ministra diz que se for legalizado a venda, isso irá tirar processos aos tribunais. O que é dificil para mim conceber é que apenas seja legal a compra e que o consumo não seja regulamentado para que isso aconteça têm que ser ambos a ser legalizados e regulamentados, e é aqui que fica a minha duvida, quanto á forma de adquirir e consumir se deverá ser como na Holanda com ou de oura forma porque na farmácia (pelo menos para mim) não faz sentido nenhum, aliás considero essa situação completamente absurda a menos que seja para consumir por motivos de alivio de alguma maleita como é feito nos em alguns estados nos EUA, isto é interessante uma vez que já vi um documentário em que existiam casos de fraude de prescrição de receitas nos EUA por causa desta medida. Sinceramente não me ocorre nenhuma forma mais digna e livre de adquirir e consumir reguladamente como a que é praticada nos Paises Baixos. Espero que esta discussão não fique agora em águas de bacalhau como dizemos por cá.

 

Por Diligente às 16:05

07
Fev 15

Olá a todos. 

Tem sido dificil ter tempo para atualizar o sinopse, assim tenho que pedir desculpa por ter faltado á promessa de fazer algo diariamente, vou tentar ser mais assiduo daqui para a frente.

 

Bom justificação dada vamos ao que me despertou mais nestes ultimos dias, a eleição do siryza na Grécia. Não causou supresa para mim tendo em conta a situação da maioria dos gregos, ao que sei o desemprego está nos 25% existem cada vez mais pessoas sem abrigo, se bem me lembro existiram suicidios á porta do parlamento po pessoas que ficaram falidas, para juntar a isto tudo não sem se sabiam mas na grecia não existe subsidio de desemprego e ao fim de 3 meses sem trabalho não se tem acesso ao serviço nacional de saude tendo em conta estes factores não é de estranhar que o povo votasse mais no partido de extrema esquerda que promete o fim da austeridade e da Troika.

 

SYriza.jpgFlag_of_Greece.png

A minha humilde opinião diz me que depois de 1 perdão de divida e dois planos de ajuda será dificil à Grécia virar esta pagina tão repentinamente, a menos que deixe o euro, se o fizer que consequências vão chegar aos demais paises da moeda?! As medidas tomadas pelo BCE não são animadoras deixando de aceitar divida grega como forma de financiamento do sistema bancário grego quanto a isso é esperar para ver o que decidirá o novo primeiro ministro para além de pedir ajuda aos russos, e se os poderosos do euro para evitar contagio na moeda ou para evitar que digam que a mesma é um fracasso e que a prova está na grécia cedem a algumas exigencias em dos gregos.

Um outro assunto e este é de referir e ficar bem atento porque pode mesmo desencadear uma guerra na europa, a situação na Ucrania e o impasse com a Russia. Estes desenvolvimentos são de facto preocupantes e se bem se lembram as noticias tem dado pouco destaque a este assunto, para mim por duas razões ou porque se sabe pouco ou porque não querem que se saiba, a mim esta situação cheira me a esturro com demosntrações de força entre a europa e a russia e inclusive Vladimir Putin falar em tom de aviso.

ucrania.jpgCheira me que existe aqui qualquer coisa que não se sabe bem o que é ou que o comum mortal não poderá saber pelo menos ainda. Afinal depois de todo este tempo, para que quis anexar a  Russia a peninsula da crimeia depois de tanto tempo na soberania ucraniana? Terá alguma coisa a ver com o facto da ucrania querer entrar na europa e na nato? Porque teme Putin esse facto? São perguntas que ainda não têm resposta. Agora que é de acompanhar este assunto é porque de um momento para o outro pode dar para o torto visto hoje ter visto declarações da Chanceler alemã a dizer que vão tentar chegar a um acordo mas que acha dificil.

Por Diligente às 23:07

Fevereiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28


Pesquisa
 
subscrever feeds
arquivos
2017

2016

2015

Mensagens
Sobre mim